Marketing Digital

O que é Google Adwords ? Conheça e aprenda a criar a sua conta

O que é Google Ads ? Conheça e aprenda a criar a sua conta

O Google Ads, anteriormente chamado de Google Adwords, é a plataforma do Google para links patrocinados, ou seja, anúncios pagos. Sendo assim, é através do Google AdWords que empresas e marcas conseguem criar anúncios nas redes de pesquisa Google, em sites e no YouTube com o intuito de promover seus produtos e serviços.  

Por exemplo: você já deve ter se deparado com anúncios antes de assistir um vídeo no Youtube, certo? Ou pesquisou algo no Google e percebeu links de cores diferentes no topo? Ou quem sabe acessou um blog e viu anúncios em forma de banner por lá? Todos estes são exemplos de anúncios feitos através do Google Ads.

O Google Ads lidera o mercado de mídia paga online. A empresa é um fenômeno, tendo alcançado uma receita publicitária de quase 80 bilhões de dólares em 2016. Em contrapartida, a plataforma concorrente, o Facebook Ads, bateu o faturamento de 26 bilhões no mesmo ano.

Sendo assim, o Google Ads desponta como a maior plataforma de anúncios pagos da internet. E não é à toa! Uma vez que possui muitas opções de anúncios e um forte poder de segmentação através de palavras-chaves e cookies, o Google ADS garante resultados consistentes quando trabalhado da forma correta. Já imaginou seu anúncio aparecer para o usuário justamente quando ele está procurando uma solução como a sua? Com o Google Ads isso é realidade.

Mas antes de mais nada, que tal entender quais os tipos de campanhas de anúncios que a plataforma permite?

Os formatos de campanhas de anúncios do Google Ads

Os formatos das campanhas de anúncios do Google Ads variam de acordo com a rede de publicidade do Google escolhida. Sendo assim, é possível optar pela Rede de Pesquisa, Rede de Display ou Rede do YouTube. Tudo vai depender das metas da campanha.

Portanto, antes de mais nada, é importante definir metas como vendas, leads, tráfego do site, consideração do produto e da marca, alcance e reconhecimento da marca e promoção de aplicativos. A partir dessa escolha, a campanha de anúncios começa a se delinear.

A Rede de Pesquisa

A Rede de Pesquisa é composta pelos resultados de busca no Google ou em sites parceiros de busca. Os anúncios neste tipo de rede são exibidos ao lado ou acima dos resultados da pesquisa Google ou de outros sites Google. Portanto, estes anúncios são replicados a partir dos termos e frases que o usuário digita na busca. Os anúncios aparecem ao serem correspondentes às palavras-chave buscadas.

Dessa forma, a Rede de Pesquisa é escolhida quando a intenção do anunciante é levar o usuário a realizar alguma ação, como clicar no anúncio ou ligar para a empresa. Os anúncios de pesquisa são exibidos para quem procura ativamente por informações. Sendo assim, as chances de clicarem em seu anúncio é maior, uma vez que a pessoa já está procurando pelo produto ou serviço.

Ao criar sua campanha de anúncios na Rede de Pesquisa, você pode selecionar uma das metas disponíveis, de acordo com seu objetivo: vendas, leads ou tráfego no site. A escolha da meta ajuda a otimizar a campanha, com o intuito de atingir os objetivos de marketing da equipe. Ah, mas se quiser trocar de meta ao longo da campanha, pode, tá?

Além disso, o anunciante só paga quando o usuário clicar no anúncio, ou seja, paga pelo custo por clique (CPC). Para entender esta e outras métricas do Marketing Digital, é só clicar aqui .

A Rede Display

A Rede Display do Google é composta por websites, páginas de notícias e blogs, alcançando 90% dos usuários da internet no mundo. Ou seja: os anúncios podem ser veiculados em domínios de diversos segmentos.

É justamente por conta dessa diversidade de segmento que o anunciante pode alcançar usuários em múltiplos interesses e em diferentes etapas da jornada de compra . Os anúncios podem ser em formato de texto, gráfico, vídeo ou interativo.

Na Rede Display, o anunciante escolhe o assunto das páginas em que quer aparecer. Mais uma vez, tudo depende de sua estratégia de marketing digital , além do público-alvo. Neste formato, as opções de segmentação são mais abrangentes. Você pode optar pela segmentação de pessoas, que utiliza público-alvo, remarketing e informações demográficas. Mas também pode escolher pela segmentação de conteúdo, usando palavras-chave de de conteúdo, tópicos e seleção manual de canais.  

A Rede do YouTube

O YouTube pertence ao Google e é o segundo buscador mais acessado do mundo, perdendo apenas pro próprio Google. A plataforma permite a criação de anúncios para veicular entre as bilhares de horas de vídeo disponíveis para os usuários. Com o intuito de pesquisar ou se entreter, os usuários do site são alvos preciosos para os anúncios da Rede do YouTube.  

A partir dessa imensidão de acessos, o YouTube permite que sejam veiculados anúncios em formatos gráficos ou em vídeo. A segmentação pode ser feita ao selecionar o público-alvo com base em fatores como idade, sexo, geolocalização ou interesses. Também é possível escolher o momento em que o anúncio deve aparecer: antes ou durante o vídeo.

Na Rede do YouTube é possível configurar até mesmo anúncios de remarketing .

Campanhas para App

Caso o produto a ser anunciado seja um App, o Google Ads conta com especificações próprias para divulgá-lo. Desta forma, é possível escolher três opções de acordo com a intenção da campanha: campanha universal para apps, instalações de app para dispositivos móveis e engajamento com apps.

Na campanha universal para app, a ideia é levar o usuário à uma lista da Play Store com o seu aplicativo. A campanha de instalação de app, como o próprio nome diz, tem a intenção de levar o usuário a fazer o download do aplicativo. Já a campanha de engajamento visa instigar quem já baixou o app a voltar a usá-lo ou  a encontrar quem tem interesse no conteúdo do aplicativo.

Mas como funciona o Google Ads?

Antes de mais nada, é importante saber que o Google Ads funciona como um leilão. Cada vez que uma palavra-chave é pesquisada, os mecanismos do Google Ads realizam um leilão. Nele, são escolhidos quais anúncios irão aparecer e a ordem deles no rankeamento de resultados.

Dessa forma, os anúncios são escolhidos através do seu Ad Rank. O Ad Rank é a classificação que tem o anúncio e varia de acordo com o lance máximo de CPC (custo por clique) e Índice de Qualidade. O Índice de Qualidade é uma estimativa da qualidade dos anúncios, das palavras-chave e da página de destino. Para calculá-lo, o Google considera o CTR (taxa de clique) da palavra-chave, a relevância do anúncio e qualidade da landing page.

É por isso que o maior lance não garante o lugar no topo, uma vez que o Índice de Qualidade é igualmente importante. Por exemplo: seu concorrente pode ter o lance máximo de CPC maior que o seu, porém você ganha no Índice de Qualidade e fica com a primeira posição dos anúncios.

Como criar uma conta no Google Ads

Para criar sua conta no Google Ads, você pode acessar www.ads.google.com e clicar em “crie um anúncio”. Depois, é só inserir o seu e-mail do G-mail e o seu site. Ao prosseguir pelo cadastro, faça uma configuração rápida com dados sobre a empresa e o pagamento.

Ao finalizar o cadastro, você já pode criar uma campanha teste ou campanhas reais. Só não esqueça de considerar tudo que explicamos aqui.

Fique tranquilo, o processo de criação de conta é bastante intuitivo!

Afinal, por que anunciar com o Google Ads?

Como esmiuçamos ao longo de todo este texto, o Google Ads é uma plataforma para links patrocinados muito completa, que permite criar campanhas de anúncios incrivelmente personalizadas. Ao mesmo tempo, a ferramenta tem alguns diferenciais que merecem ser colocados, como:

  • Potencial: por pertencer ao Google, o maior buscador do mundo, a presença dos anúncios do Google Ads consegue atingir boa parte das pessoas que estão conectadas à internet. No Brasil, por exemplo, o buscador detém 96% do market share de pesquisas.
  • Poder de Segmentação: o Google Ads permite traçar a segmentação desejada de inúmeras formas e perspectivas. Além da segmentação do público, a plataforma permite fazer a segmentação através do momento da jornada de compra do usuário. Isso contribui imensamente para uma taxa de conversão assertiva.
  • Avaliação do ROI : usando o Google Ads, o anunciante tem acesso a informações completas e valiosas sobre o usuário e o caminho que ele percorre desde o primeiro contato até a conversão desejada. Dessa forma, os números disponíveis te ajudarão a comprovar o Retorno Sobre Investimento das campanhas pagas e também a perceber os pontos que precisam ser melhorados nas mesmas.  

E aí, o que achou? Já está pronto para começar a explorar o rentável mundo do Google Ads e suas potencialidades?

TESTE O BULLDESK 7 DIAS GRÁTIS