CRM e Vendas E-mail Marketing

Táticas de abordagem digital para um follow up mais eficaz

1

Para definir qual a melhor técnica comercial para sua empresa, seja online ou offline, você precisa entender perfeitamente quem é seu público-alvo e qual a melhor abordagem digital para eles.

Quer otimizar as táticas do seu time de vendas? Então continua lendo esse post, a gente tem algumas dicas pra você e sua empresa! 😉

A gente já cansou de comentar isso aqui no blog. Mas é importante saber: para quem você está vendendo? Como se comunica com essa persona? Que tipo de oferta ela necessita?

Depois de responder essas perguntas, você mesmo pode saber qual a melhor estratégia comercial: online ou offline.

Quando você define todo esse processo, fica muito mais fácil analisar qual a abordagem mais eficaz para potencializar suas vendas.

Nós sabemos a facilidade que encontramos na prospecção digital, conseguimos nos comunicar com várias pessoas ao mesmo tempo com um custo baixo e tudo mais.

Mas, apesar dessa alta capacidade de gerar leads online, muitas pessoas ainda necessitam de um toque humano na hora de fechar um negócio. É aqui que entra o offline.

Observe quais interações uma determinada pessoa teve com sua marca no meio digital, para identificar quais são seus pontos de interesse e depois entre em contato via telefone para verificar isso – o telemarketing ainda tem força sim.

giphy

Ou você pode captar leads online e offline, juntando todas as técnicas. Por que não?

Você pode mandar e-mails, ligar para o lead, enviar apresentações virtuais do seu serviço, estar disponível para atendimentos que esclareçam as dúvidas do cliente… e integrá-los a uma estratégia de automação comercial.

Follow up: saiba por quê essa tática tem um poder mágico nas vendas

A prospecção de clientes não se resume ao primeiro contato. É por isso que o follow-up pode sim ajudar e aumentar seu desempenho nas vendas.

Essa tática faz com que o seu potencial cliente lembre que você está interessado no negócio, e que é importante para a sua empresa ganhar a conta.

Mas afinal, o que um follow up faz por você?

Um vendedor do seu time de vendas enviou uma proposta para uma pessoa por e-mail marketing (aliás, lá embaixo vamos revelar algumas táticas de conteúdo! :P).

Dois dias depois, ele entra em contato para saber o que seu potencial cliente achou da oferta.

O follow-up é aquele que ajuda a monitorar o nível de satisfação de seus potenciais clientes com o andamento do processo comercial, sacou?

Basicamente, é quando alguém está fazendo uma verificação sobre algo que foi feito para ter uma resposta. Ou seja, o follow up acompanha o processo de empresa > cliente.

O follow-up é o combustível da sua venda.

2

Na pós-venda, ele também analisa o grau de satisfação do usuário e incentiva futuras compras, ou que ele se lembre da empresa, tendo a certeza de que a empresa estará disponível para o cliente.

Falando nisso, separamos aqui algumas ideias do que fazer antes de entrar em contato com o cliente, seja por telefone ou e-mail.

Afinal, o telefone pode ser a sua primeira ferramenta de marketing. Você pode utilizá-lo como um processo de triagem do lead que chegou online, fidelizar clientes ou mesmo resgatar contatos antigos.

Tá preparado? Anota aí:

  • Você precisa estudar o seu público-alvo. Quem é seu cliente? Qual o seu mercado? Faça isso cadastrando o nome do seu cliente no Google Alerts.

  • Seja amigo do seu cliente. Comece a ligação (ou o texto do corpo do e-mail) perguntando como ele está, como foi o dia dele, etc.

  • Depois disso, tenham uma conversa informal: qual o problema/dor do seu cliente? O que ele tem a dizer? Pergunte se ele precisa de alguma ajuda ou algum esclarecimento sobre alguma informação da sua empresa.

  • Mostre o seu produto/empresa: chegou a hora de você fornecer a solução para ele. Que tal mostrar seus cases de sucesso? Lembre-se: deixe claro que a sua empresa está sempre ao lado do cliente, oferecendo os melhores resultados para ele.

  • Que tal marcar uma reunião? Se você notar que ele ainda precisa de um tempo para esclarecer suas dúvidas, marque uma reunião ou uma outra ligação daqui uns dias. Não deixe o papo morrer!

  • Agende o próximo follow-up. E, se vocês se contactaram por e-mail, siga os mesmos passos. Seja melhor amigo do seu cliente!

Táticas de redação de e-mail marketing: como produzir um conteúdo eficaz que otimize suas vendas

O e-mail marketing com certeza é um excelente canal digital para a sua empresa abordar e integrá-lo a uma estratégia de automação comercial. Quer saber o por quê?

Ele traz resultados de curto prazo (e barato!). E como já falamos aqui, o vendedor do seu time de vendas precisa de um bom equilíbrio entre produtividade e desempenho.

Abaixo citamos algumas dicas de conteúdo para você começar aplicar hoje mesmo na sua campanha e otimizar suas vendas:

Um bom relacionamento é imprescindível

O e-mail marketing vai falar diretamente com o seu público interessado. Então pensa comigo… você já ganhou um voto de confiança de tal pessoa, certo?

Afinal, ele forneceu seus dados e a última coisa que ele quer, é que você bombardeie a caixa de entrada dele com e-mails toscos ou implorando alguma compra.

Todas as pessoas dessa sua lista de contatos tiveram interesse, curiosidade e desejo de obter seus produtos ou serviços.

Por isso, ao invés de “empurrar” a venda, você deve investir tempo em preparar conteúdos de qualidade para nutrir de informações essas pessoas.

Seja legal. Seja parceiro. Seja humilde com os seus propósitos. Seja o melhor amigo do cara.

giphy-1

Conteúdo é rei

Sabendo que um bom relacionamento é imprescindível, a linguagem deve estar mais próxima ainda dos usuários quando criamos o e-mail marketing.

Trate ele como se fosse único. Sua empresa deve falar diretamente com ele. Além do texto, personalize o seu e-mail da melhor forma possível, traga ofertas e notícias que interessem o seu lead.

Estude sobre o seu público, se coloque no lugar de cada um que deseja que se torne seu consumidor.

Isso aumenta 80% a possibilidade de bons resultados e você terá ótimos retornos. 😉

Aí você me pergunta: “Ok, mas como posso produzir um conteúdo eficaz que possa otimizar ainda mais as minhas vendas?”. Check it out:

  • Seja breve: O assunto do e-mail deve ser claro e objetivo, mas que chame a atenção de quem está lendo.

Você tem um objetivo, não tem? Foque apenas nisso. Você deve deixar claro qual é a sua intenção e proposta com o consumidor, sem enrolar muito.

Uma dica é evitar a linguagem de vendas. Por exemplo, em automações comerciais não use a palavra “desconto” ou “grátis”; elas são disparadas automaticamente para a caixa de spam.

Outra dica é: não mande textão! Ninguém merece ler uma “redação” no corpo do e-mail, né?!

Escreva algo que ele vá gostar e que possa levá-lo a clicar em um link, entrar no seu site e conhecer sua empresa ou comprar seu produto.

  • Seja pessoal: Ao escrever na primeira pessoa, você aparenta estar mais próximo do leitor.

Torna-se uma conversa mais descontraída, e não um e-mail automático que está sendo empurrado para ele e pra várias pessoas.

Você estará orientando o texto em direção ao leitor, e não a você mesmo.

Utilize um CRM que automatize sua campanha

Como vimos aqui, criar uma campanha de e-mail marketing é simples, né? Agora vem cá… já pensou em utilizar um CRM para automatizar os processos?

Um bom CRM reúne as informações e relatos de clientes, existindo a possibilidade de conhecer quais são os serviços e produtos que mais lhe interessam e quais são as mudanças que eles desejam.

Com isso, fica muito mais fácil de você criar estratégias eficientes que alcancem um maior número de pessoas, direcionando para o setor de vendas de uma maneira mais fácil e eficaz.

Uma alternativa é automatizar a sua campanha. Com isso, você terá mais tempo para gastar em desenvolvimento de estratégia, posicionamento e criatividade.

Anota aí mais uma dica: você pode unir o poder dos envios pré definidos com campanhas automatizadas do Bulldesk.

Seu lead abriu o e-mail? Adicione ele em outra campanha. Ele clicou em algum link? Aumente sua pontuação e crie um novo negócio ou mova ele para o próximo estágio.

Espia aqui como é fácil. 😉

action-flow

Você saberá quantas pessoas estão recebendo, abrindo e clicando nos seus e-mails.

Com as informações que o Bulldesk fornece sobre as suas campanhas, é possível identificar quais delas possuem um melhor desempenho e quais devem ser descartadas.

Lembre-se que isso gera mais tempo para construir relacionamento duradouro com clientes potenciais.