Geração de Leads Nutrição de Leads

Geração de Leads: 10 tipos de iscas excelentes para produzir agora

Geração de Leads: 10 tipos de iscas excelentes para produzir agora

A geração de leads é um pilar fundamental do Inbound Marketing . Atrair a atenção do usuário; convencê-lo a saber mais sobre o que você oferece e transformar o visitante em Lead é o sonho de consumo de todo estrategista de Marketing de Conteúdo . Para tanto, táticas de geração de tráfego e atração de visitantes contribuem para que visitantes tornem-se leads. Ou melhor, oportunidades de negócio.

Antes de mais nada, tenha em mente que para seu visitante se tornar um lead é preciso muito mais do que uma landing page funcional. É preciso fazer propostas de valor, através de conteúdos ricos, por exemplo, e fazer a gestão e nutrição do lead com ferramentas de automação em marketing.

Caso você ainda tenha suas dúvidas sobre a importância da geração de leads, confira este post aqui , onde explicamos tudinho sobre o assunto.

E para facilitar, listamos 10 iscas que envolvem conteúdo rico e automação em marketing para você aplicar no seu negócio e gerar muito mais leads do que agora. Vamos lá?

1. Ebooks

Os ebooks já são velhos conhecidos no marketing digital. Esse tipo de conteúdo rico é um dos mais usados para geração de leads atualmente. E também dos mais eficazes . 

O formato baseia-se no conceito de “livro digital” e é feito com o intuito de ser um conteúdo aprofundado e extenso sobre determinado assunto. Dessa forma, quando utilizado em estratégias de marketing digital, o ebook costuma tratar de assuntos relacionados ao produto ou serviço oferecidos pela empresa e soluções para as dores identificadas pela persona da marca.

Seu grande valor, quando pensamos em geração de leads, está na troca proposta. Em suma, para disponibilizar o ebook para os usuários, as marcas costumam propor uma troca: e-mail, telefone para contato, preenchimento do formulário. É exatamente nesse momento em que o usuário torna-se um lead: ao aceitar sua proposta de valor e conceder informações preciosas para que o relacionamento possa ser nutrido.

Sendo assim, para arrasar na produção de ebooks e bombar a geração de leads por aí, é só acessar este post aqui,onde explicamos etapa por etapa do processo.

2. Webinars

Uma opção bastante recorrente para a geração de leads, os webinars são conteúdos ricos com voz e/ou vídeo. Neles, um especialista (ou mais de um) discorrem sobre um assunto relevante para o usuário.

Seu uso é interessante pois tanto a voz quanto o vídeo trazem um tom mais pessoal à marca, aproximando-a dos visitantes. Os webinars podem ser gravados ou ao vivo: tudo depende da sua estratégia de marketing digital.

Portanto, tenha em mente como deseja impactar os visitantes. Também pense em como será a troca de valor. Será que é mais interessante marcar uma data para o webinar acontecer ao vivo ou será que é melhor disponibilizá-lo na íntegra em uma data específica?

Além disso, reflita sobre a troca de valor: quais informações você irá solicitar para que o visitante tenha acesso ao seu conteúdo. Depois disso, é só iniciar um bom relacionamento com o lead e nutri-lo corretamente até que ele qualifique-se e transforme-se em um cliente.

3. Templates

Sabe quando você precisa criar uma planilha rapidamente ou até mesmo um currículo? Na pressa, nada como um modelo para isso né? Aí é que entram os templates! Eles são modelos prontos para serem usados em diversas situações.

Templates de layouts; planilhas; arquivos de texto; apresentações; calendários de conteúdo; stories do Instagram: todos são opções que você pode disponibilizar para o público a fim de torná-los leads.

Ao compartilhar esse tipo de conteúdo útil e criativo, você conquista autoridade e notoriedade junto ao público. Assim, eles aproximam-se da sua empresa e tornam-se leads próximos.

4. Ferramentas

Quando o problema do usuário é mais complexo e exige mais do que um simples template, podemos pensar em disponibilizar uma ferramenta para ele. Essa ferramenta pode ser algo pontual ou parte da solução que você oferece.

Nesse sentido, caso seja uma amostra do que seu produto ou serviço oferece, a ferramenta pode ser muito eficaz para avançar o lead em sua jornada de compra , uma vez que demonstra na prática o quanto você ajuda o cliente, especialmente se ele optar pela versão completa de seu serviço.

Esta isca de leads costuma ser mais usada por empresas de tecnologia, uma vez que demanda o trabalho de um programador para ser construída. Entretanto, a opção também é muito válida em empresas de outro segmento – justamente por ser mais incomum. Afinal, se seus concorrentes nunca produziram algo assim, você pode ganhar um destaque grande com a iniciativa.

Pense sobre uma ferramenta que seja auto explicativa e contribua na prática para seu futuro cliente. Dessa forma, você tem tudo para ter a isca de leads perfeita em mãos!

5. Whitepapers

A proposta do whitepaper é que ele seja um conteúdo rico, mais profundo do que um post de blog, mas não tão complexo quanto um ebook. Sendo assim, sua grande vantagem é que, apesar de não ser tão complexo, ele já faz valer a troca de informações para consumi-lo.

Desse modo, o whitepaper é válido para gerar leads a partir da troca de informações e por ser um conteúdo produzido mais rapidamente do que um ebook.

Pesquisas e Estudos

6. Pesquisas e estudos

Se você busca, além de atrair leads, garantir sua notoriedade no segmento, experimente promover pesquisas e estudos! Se antes esse tipo de conteúdo era restrito à universidades e publicado apenas em revistas, agora tudo mudou!

Você pode promover um estudo, voltado para o segmento em que está ou para a dor de seu futuro cliente. Além disso, quando falamos em marketing digital, fica muito mais fácil de traçar conclusões assertivas, já que as métricas e números estão em suas mãos.

Assim, você consegue munir seu futuro cliente com informações concretas e ganha muito mais respeito por parte dele. Além disso, é claro, também pode aproveitar para propor uma troca de informações para ter acesso à pesquisa que você preparou.

7. Infográficos

Uma ótima forma para oferecer um material dinâmico é construir um bom infográfico. Isso acontece porque essa forma de conteúdo une imagem e texto, disponibilizando a informação em um layout que favorece a compreensão.

Desse modo, os infográficos podem aparecer em meio a um texto de blog ou como um conteúdo único. Quando vem em um texto de blog, ele melhora a legibilidade do texto e faz com que o leitor não se canse tanto ao consumir as informações que você disponibilizou.

Caso prefira disponibilizá-lo como um conteúdo único, é preciso caprichar ainda mais em seu layout e nas informações, para que ele valha os dados concedidos.
E caso você ache difícil criar infográficos, saiba que diversas ferramentas facilitam seu trabalho por serem voltadas exclusivamente para a criação desse conteúdo.

8. Séries de conteúdos

Como você já percebeu, os materiais ricos são iscas perfeitas para a geração de leads. Sendo assim, as séries de conteúdos são uma forma incrível para gerar leads e impactá-los positivamente.

Para tanto, você pode pensar em duas formas de disseminar as informações: com uma série de vídeos ou uma série por e-mail. A série de vídeos pode ser disponibilizada numa landing page ou diretamente numa plataforma de vídeo, como o YouTube.

Caso opte pela landing page, você consegue centralizar os visitantes em um lugar voltado apenas para este fim, além de poder inserir formulários que tragam informações dos leads.

Por outro lado, as séries que acontecem por e-mail são ótimas para o lead que recebe o conteúdo em uma sequência que facilita o aprendizado. Além disso, uma série por e-mail é uma mina de ouro para medir envolvimento do público e analisar diversos aspectos como taxa de abertura, conteúdos mais acessados, o percurso dos cliques.

E não pense que é difícil, não! Com uma ferramenta de automação de marketing, como o Bulldesk, você consegue facilmente criar e programar sua série!

Quiz

9. Quiz

Poucos conteúdos podem gerar tanto engajamento e viralizar quanto um quiz! Independente de qual seja sua persona, ousamos afirmar: ela vai gostar de um quiz. Esse formato de testes, quando feito com uma formatação criativa e dinâmica, tem uma grande tendência a viralizar.

Uma rápida busca pelo Google já indica diversas ferramentas que facilitam seu trabalho na criação destes testes. Quanto mais criativo você for, no layout e no conteúdo, mais chances do seu quiz viralizar e muuuuitos novos possíveis clientes te conhecerem.

10. Kits de Conteúdo

A última isca para geração de leads que listamos aqui são os kits de conteúdo. Neles, você faz um combo da alegria do usuário. Basta juntar conteúdos em formatos diferentes, sobre o mesmo assunto ou assunto relacionados.

Dessa forma, o seu futuro lead fica muito interessado na proposta de valor. Afinal, nada como um combo de conteúdo desses, não é? Para tanto, você pode usar conteúdos que já foram lançados e agrupá-los num kit sobre assunto X. Outra ideia é preparar conteúdos especialmente para o lançamento de um kit, distribuindo o conteúdo em formatos que se complementam.

Com todas essas iscas, vai ficar praticamente impossível não fisgar o máximo de leads possível para seu negócio! Ao longo do processo de geração e nutrição de leads, você pode contar com o Bulldesk!

TESTE O BULLDESK 7 DIAS GRÁTIS