Inbound Marketing

Técnicas de growth hacking que você pode aplicar no seu negócio

Growth Hacking

Você já ouviu falar em growth hacking? Hoje, vamos mostrar como você pode usar essa técnica para fazer seu negócio crescer

O growth hacking surgiu da ideia de que um empreendedor pode adotar uma abordagem não-tradicional não-convencional para aumentar a taxa de crescimento de seu produto ou serviço.

A maioria das empresas, principalmente startups, se depara com o mesmo problema: criam um produto que ninguém acaba comprando.

Digamos que você tenha uma ideia de negócio. Você monta uma equipe e em 6 meses, tem um ótimo produto para liberar.

Quando esse dia finalmente chega, você coloca seu produto à venda e nada acontece.

Aposto que você estava esperando uma grande onda de procura pelo seu produto.

Em vez disso, você se depara com uma dura realidade: apenas uns poucos usuários registrados.

Muitas empresas passaram por esse mesmo problema e por isso vamos mostrar a você algumas técnicas de growth hacking que realmente podem ajudar o seu negócio.

#1. Landing pages

Uma landing page é simplesmente uma página que foca em um objetivo específico.

Elas podem se concentrar na venda de um produto ou serviço, fazer com que as pessoas se inscrevam em sua lista de e-mails ou convidem pessoas a participarem a participar de algum evento.

As landing pages ajudam você a converter seu tráfego por 2 motivos.

Primeiro, você tem a oportunidade de direcionar as pessoas certas para suas páginas de destino, as mais propensas a serem convertidas.

Segundo, quando as pessoas chegam à sua landing page, você não precisa se preocupar com a probabilidade delas se perderem ou se distraírem.

Elas estarão focadas em um único objetivo, que você definirá previamente.

Se você quer ver ótimos exemplos de landing pages, não procure além daquelas criadas para o Shopify, uma plataforma de e-commerce um tanto quanto popular.

Eles criam landing pages que atendem tipos específicos de clientes, como vendedores de acessórios para câmeras, roupas, música e utilidades domésticas.

Todas são páginas muito semelhantes, mas cada uma é modificada para vender seu produto a um público altamente segmentado.

#2. Testes A/B

Depois que você fizer suas landing pages, recomendamos que parta para os testes A/B.

São testes em que você altera uma coisa em sua página para ver se essa mudança proporciona um aumento na taxa de conversão, em comparação a uma versão inalterada da mesma página.

Por exemplo, você pode alterar o título da sua página de destino e descobrir que um título diferente aumenta as conversões.

Ou pode alterar o botão de chamada para ação para uma cor diferente e descobrir que ele não tem tanto impacto assim.

Os testes A/B são geralmente bem rápidos e fáceis de configurar.

Lembre-se de testar apenas 1 coisa nova por vez para saber o que, exatamente, funciona melhor.

Growth Hacking

#3. Formulários de assinatura

Quando você não consegue converter um visitante em um cliente, o próximo passo é converte-lo em assinante.

Dessa forma, você tem a chance de convertê-lo em cliente no futuro.

Para conseguir inscritos em sua lista de e-mail, você precisará de formulários de inscrição.

Os formulários podem e devem ser colocados em várias páginas do seu site e blog.

As opções mais ousadas incluem pop-ups que abrem quando o usuário der o menor indício de que vai sair do seu site.

#4. Automação de marketing

Dependendo do seu serviço de disparo de e-mails, existem muitas maneiras de automatizar seu marketing por e-mail que podem ajudar você a obter mais conversões.

Para começar, você pode criar séries de autoresponder que guiam o assinante através de uma série de e-mails que começam como informativos e terminam com uma chamada à ação para a compra de um determinado produto e serviço.

Você pode configurar gatilhos para que, quando um assinante fizer uma determinada ação, ele receba um e-mail específico.

Por exemplo, digamos que um assinante receba seu boletim informativo semanal e, em uma dessas vezes ele tenha clicado no seu botão de compra, mas não tenha comprado nada.

Você pode programar um e-mail automático no dia seguinte ao clique para tentar realizar a venda.

#5. Otimização de buscas

Você pode otimizar o seu site para ser encontrado mais facilmente nas buscas. Muitas pessoas falam sobre isso, mas poucas fazem.

Veja o que você pode fazer.

Primeiro, você precisará identificar suas páginas principais. Normalmente, estamos falando sobre sua página inicial, suas landing pages, páginas de produtos e serviços.

Em segundo lugar, você precisa descobrir 1 ou 2 palavras-chave principais para cada uma dessas páginas.

Se você fosse uma livraria, otimizaria isso da seguinte forma:

  • Página inicial: livros, livros didáticos, e-books;
  • Página dos livros de vendas: livros de vendas, livros sobre vendas, como vender mais;
  • Página dos livros didáticos: livros didáticos, livros didáticos escolares, venda de livros didáticos.

A melhor maneira de encontrar boas palavras-chave sobre seus negócios é através dos seus concorrentes.

Ferramentas como o MozBar podem ajuda-lo a analisar o site de seu concorrente para ver quais palavras eles estão usando.

Em terceiro lugar, você vai precisar adicionar suas palavras chaves em suas páginas.

Faça isso adicionando a palavra-chave no seu título de SEO, descrição, primeiro e últimos parágrafos e nos nomes das imagens.

Se você usa o WordPress, plug-ins como o Yoast SEO lhe ajudarão a fazer isso de maneira simples e fácil.

#6. Anúncios sociais

Os anúncios em mídias sociais são uma ótima maneira de direcionar tráfego para seu site.

Por quê? Por conta das opções avançadas de segmentação de anúncios que as redes sociais têm a oferecer.

Se você conhece bem seu público-alvo, poderá facilmente criar anúncios que acabarão aparecendo no feed de notícias deles.

As chaves para o sucesso nos anúncios sociais é segmentar o máximo possível o seu público-alvo, usar um forte apelo à ação e direcionar o tráfego para a landing page correta.

Se você fizer essas 3 coisas, terá uma boa taxa de conversão.

Growth Hacking

#7. Monitore as discussões

Quer encontrar oportunidades de tráfego de pessoas que estão buscando exatamente o que você oferece?

Tente monitorar discussões em torno do seu mercado.

Comece pensado no que as pessoas costumam perguntar em um fórum quando planejam comprar o produto ou serviço que você vende.

Em seguida, use ferramentas como o Google Alertas para monitorar essas perguntas.

Dependendo do que você tem a oferecer você pode receber toneladas de resultados diferentes que precisam ser ajustados, ou você pode obter o resultado ocasional que ajuda você a se conectar com seu cliente ideal.

Implemente essas técnicas de growth hacking para ampliar seus resultados online

Hoje, fizemos um compilado de algumas técnicas que vão ajudar você a receber oportunidades adicionais de negócios.

Obviamente, essas não são as únicas técnicas de growth hacking que você pode implementar, mas esse é um ótimo começo para que você tenha ainda mais resultado.

Novas ideias de como aumentar seu tráfego, conversão, reputação e consideração podem – e devem – sempre serem testadas para que você possa incrementar cada vez mais seus resultados.

Implementar essas dicas simples, porém eficientes irá permitir que você colha alguns resultados.

A dica final, para que o growth hacking realmente seja funcional é: elimine o que não der certo e, repita e amplifique aquilo que trouxe resultados.

Dessa forma, você pode estar trilhando um caminho de sucesso com técnicas de growth hacking.